Meus videos no YouTube

Loading...

segunda-feira, abril 12, 2010

Avon e UNIFEM contra a violência doméstica



A empresa de venda direta Avon, doou R$ 1,5 milhão ao UNIFEM (Fundo das ONU para o Desenvolvimento das Mulheres). O valor veio da venda da Pulseira da Atitude, primeiro produto global da empresa lançado para apoiar ações de combate à violência praticada contra mulheres em todo o mundo e de uma doação da Avon no valor de R$ 500 mil.
Com o recurso, o Instituto Avon e a UNIFEM , anunciam a construção de dois portais direcionados a públicos bem específicos e de importância estratégica para prevenção da violência contra as mulheres e assistência à mulher vítima das diversas formas de violência: um para operadores e operadoras do Direito envolvidos em toda a cadeia de atendimento à vítima de violência e outro para jovens de 15 a 18 anos.
A ideia é reverter os comportamentos decorrentes da permissividade e impunidade com relação à violência doméstica e familiar contra as mulheres. Denominado "Educação para os direitos das mulheres: disseminação do conhecimento e uso da Lei No. 11.340/2006 – Lei Maria da Penha", o projeto receberá propostas até o dia 19 de abril, que deverão ser encaminhadas para o e-mail livia.pinheiro@UNIFEM.org. Para os dois chamados, serão selecionadas as melhores propostas em relação ao conteúdo técnico, custo e condições de execução dos produtos. Para abaixar o edital, clique aqui.
O portal para operadores (as) do Direito – cerca de 600 mil bacharéis de Direito - é direcionado a advogados (as), delegados (as), promotores (as), defensores (as) públicos e juízes (as) e destaca políticas públicas e serviços de proteção e defesa dos direitos das mulheres e de assistência social e psicológica às vítimas de violência. Enquanto que o portal voltado para jovens do ensino médio, um universo de cerca de 10,2 milhões no Brasil, incorporará formas lúdicas de transmissão de informações, como aplicativos audiovisuais, mídias interativas, jogos, passatempos, entre outros.
"Como empresa voltada para a mulher, temos consciência de quão importante é trabalhar para eliminar este tipo de violência e destacar os valores fundamentados nos direitos humanos, com respeito à igualdade de gênero, que resultem no repúdio a todas as formas de violência. Também estamos felizes porque este projeto contribuirá para formar e consolidar competências e habilidades que garantam um atendimento qualificado à mulher agredida", explica Luis Felipe Miranda, presidente da Avon Brasil.
"A parceria entre Instituto Avon e UNIFEM vai ajudar as mulheres em situação de risco, com a implementação da Lei Maria da Penha. Ao trabalhar em conjunto, estamos apoiando soluções para o fim da violência contra mulheres e meninas e promovendo seus direitos e empoderamento econômico", afirma Rebecca Tavares, representante do UNIFEM Brasil e Cone Sul.















 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Avon e UNIFEM contra a violência doméstica



A empresa de venda direta Avon, doou R$ 1,5 milhão ao UNIFEM (Fundo das ONU para o Desenvolvimento das Mulheres). O valor veio da venda da Pulseira da Atitude, primeiro produto global da empresa lançado para apoiar ações de combate à violência praticada contra mulheres em todo o mundo e de uma doação da Avon no valor de R$ 500 mil.
Com o recurso, o Instituto Avon e a UNIFEM , anunciam a construção de dois portais direcionados a públicos bem específicos e de importância estratégica para prevenção da violência contra as mulheres e assistência à mulher vítima das diversas formas de violência: um para operadores e operadoras do Direito envolvidos em toda a cadeia de atendimento à vítima de violência e outro para jovens de 15 a 18 anos.
A ideia é reverter os comportamentos decorrentes da permissividade e impunidade com relação à violência doméstica e familiar contra as mulheres. Denominado "Educação para os direitos das mulheres: disseminação do conhecimento e uso da Lei No. 11.340/2006 – Lei Maria da Penha", o projeto receberá propostas até o dia 19 de abril, que deverão ser encaminhadas para o e-mail livia.pinheiro@UNIFEM.org. Para os dois chamados, serão selecionadas as melhores propostas em relação ao conteúdo técnico, custo e condições de execução dos produtos. Para abaixar o edital, clique aqui.
O portal para operadores (as) do Direito – cerca de 600 mil bacharéis de Direito - é direcionado a advogados (as), delegados (as), promotores (as), defensores (as) públicos e juízes (as) e destaca políticas públicas e serviços de proteção e defesa dos direitos das mulheres e de assistência social e psicológica às vítimas de violência. Enquanto que o portal voltado para jovens do ensino médio, um universo de cerca de 10,2 milhões no Brasil, incorporará formas lúdicas de transmissão de informações, como aplicativos audiovisuais, mídias interativas, jogos, passatempos, entre outros.
"Como empresa voltada para a mulher, temos consciência de quão importante é trabalhar para eliminar este tipo de violência e destacar os valores fundamentados nos direitos humanos, com respeito à igualdade de gênero, que resultem no repúdio a todas as formas de violência. Também estamos felizes porque este projeto contribuirá para formar e consolidar competências e habilidades que garantam um atendimento qualificado à mulher agredida", explica Luis Felipe Miranda, presidente da Avon Brasil.
"A parceria entre Instituto Avon e UNIFEM vai ajudar as mulheres em situação de risco, com a implementação da Lei Maria da Penha. Ao trabalhar em conjunto, estamos apoiando soluções para o fim da violência contra mulheres e meninas e promovendo seus direitos e empoderamento econômico", afirma Rebecca Tavares, representante do UNIFEM Brasil e Cone Sul.















 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Followers